Closet. A minha moda!
HOME
EMPRESA
MODA FEMININA
DELIVERY BAG
BLOG
CONTATO

Moda Tal Mãe Tal Filha

Publicado em 04/07/2019

Você com certeza já deve ter visto muitas famosas desfilando por aí iguaizinhas às suas filhas. Da apresentadora Ticiane Pinheiro e sua super estilosa Rafaella Justus à atriz Katie Holmes e sua pequena Suri Cruise, a moda tal mãe, tal filha vem ganhando adeptas (e não só entre as celebridades). E a Closet não poderia ficar de fora!

A ideia é mães e filhas usarem peças parecidas: às vezes é só um detalhe, como um acessório ou uma estampa, mas há looks completos idênticos. As opções vão desde itens de festa, como vestidos, passando pela linha praia, com biquínis e maiôs, pelos looks mais casuais, com jeans e camisetas, e até pijamas.

Quem segue o estilo não sabe ao certo quando ele surgiu. Alguns especialistas em moda dizem que a brincadeira começou nos Estados Unidos, com as mamães famosas e fashionistas.

Em 2007, Angelina Jolie e Zahara usaram a mesma bolsa Valentino durante um passeio no parque. O acessório da menina era uma versão menor e as duas fizeram sucesso.

A tendência acabou fisgando também as famosas brasileiras e se popularizou. Há alguns anos, marcas vem produzindo coleções exclusivas e há até lojas especializadas.

Um dos exemplos mais famosos é a linha Mini Me da Dolce & Gabbana, que em 2015 inovou ao convidar as modelos a levarem suas filhas e a desfilarem grávidas para apresentar a coleção de outono.

Moda Tal Mãe Tal Filha: Mamãe e filha brincando de beijo.

O que pode e o que não pode na moda tal mãe, tal filha?

Adorou a ideia e já quer colocar a moda em prática com sua cria? Fique atenta a algumas dicas na hora de adotar looks para mães e filhas, afinal nem tudo funciona para adultos e crianças e é preciso ter cuidado para não passar a imagem errada.

Criança é criança e adulto é adulto

Lembra quando você colocava os sapatos e brincos da mãe e brincava de ser adulta? Pois é, as roupas tal mãe, tal filha não tem nada a ver com isso, porque o objetivo não é infantilizar a mãe ou deixar a criança com cara de adulto. Pelo contrário. Assim, por mais que se usem as mesmas peças, é importante que sejam feitas adaptações para a idade.

Por exemplo, um vestido com a mesma estampa pode ser mais solto na versão criança e ser usado com uma sapatilha, enquanto a mãe pode investir em um modelo mais decotado e com salto.

Criança não deve vestir roupa de adulto e respeitar as etapas da vida é importante para um crescimento saudável. Assim, blusas tomara-que-caia, acessórios muito chamativos, peças justas e maquiagens fortes ficam fora dessa tendência.

Troque tudo isso por saias amplas, shorts confortáveis, listras e florais. Sucesso!

Conforto acima de tudo

As roupas devem ser adequadas para as atividades, gostos e perfil das crianças e suas mães.

Enquanto as pequenas devem vestir roupas confortáveis e tecidos leves para que possam ficar à vontade e com os movimentos livres para brincar e pular, as mamães podem dar uma atenção especial ao caimento.

É importante que a peça usada pela criança seja adequada a sua faixa etária. Nada de sapato alto, isso é proibido pelos profissionais de saúde e só irá causar danos futuros. Se a opção for bota, a infantil deve ser macia e rasteira.

Brincadeira de looks

Encare a moda tal mãe tal filha como uma tendência lúdica, de puro divertimento, pois acaba sendo uma interação mais afetiva, que reforça os laços. Por isso, envolva sua filha na brincadeira e se divirta com ela montando os looks, escolhendo cores e acessórios. Divirtam-se juntas!

Preserve a individualidade da criança

É natural a filha se ver na mãe e tê-la como a principal referência nos primeiros anos de vida, mas é importante que a criança descubra que ela não é uma extensão da mãe e tem sua própria personalidade.

Mamães tem um papel importante nesse processo de orientar suas filhas na construção da sua personalidade e seus gostos próprios.

Moda Tal Mãe Tal Filha: Mamãe e filha brincando em um carro infantil.

Afinal, a roupa, além de ser funcional, é também reflexo de nossa identidade. Preservar a individualidade é essencial na hora de escolher o que vestir. Não é à toa que mães de gêmeos são orientadas por psicólogos a colocarem roupas diferentes nas crianças à medida que crescem.

Vale para todas as idades e ocasiões

Existem diversas formas de você e sua pequena experimentarem essa tendência e se divertirem desfilando por aí.

Moda Tal Mãe Tal Filha: Mamãe mostrando a natureza para sua filhinha.

A parte mais legal é que ela pode ser colocada em prática por mães e filhas de todas as idades e em diferentes ocasiões: de uma festa infantil a um passeio ao ar livre ou em uma saída para as compras em família.

Não precisa ser tudo igual

Nem sempre você vai querer usar o look completo igualzinho. Você pode optar pelos mesmos modelos ou apostar nas mesmas estampas em peças diferentes. Por exemplo, a mãe usando um short com a mesma estampa do vestido da filha.

Agora se você ainda está achando muito chamativo usar a mesma estampa da filha, comece com as mesmas cores. Que tal azul marinho com vermelho e branco? Ou então você pode fazer uma brincadeira ainda mais simples, escolhendo só uma peça, como uma bolsa.

A graça da tendência é parecer algo despretensioso, como se as duas estivessem escolhido roupas parecidas por pura sintonia.

Estampas que funcionam

Se você acha que os anos que separam você e sua filha impedem um denominador comum em termos de roupas, uma dica são as estampas florais, que funcionam super bem em qualquer faixa etária. Pode apostar sem medo de errar.

Se a ideia for listras horizontais, deixe as mais fininhas para as crianças e fique com as mais larguinhas.

Na moda tal mãe, tal filha a semelhança vai além dos traços físicos e chega nas calças, vestidos, blusas e outras peças em tamanhos maxis e minis. Quer apostar nessa tendência? Então traga sua filha para a Closet Moda Feminina e confiram juntas nossa coleção.

NEWSLETTER:
ENVIAR
Closet Moda Feminina
Facebook Closet Instagram Closet Pinterest Closet LinedIn Closet
© 2018 | Todos os direitos reservados
Desenvolvimento de Sites Otimizados por Linking Sites.